10/14/2012

A NOTÍCIA DA MINHA MORTE FOI UM EXAGERO, de Susana Otero




  "A Notícia Da Minha Morte Foi Um Exagero" de Susana Otero - 15min/PT from Ballet Contemporâneo do Norte on Vimeo.


 
Ballet Contemporâneo do Norte (Northen Contemporary Ballet) is a portuguese contemporary dance company founded in 1995 by Elisa Worm and, currently, works and resides in Santa Maria da Feira, a town south of Oporto. The company has funding by the portuguese government and by the local City Hall.

“The reports of my death were greatly exaggerated” is the first long piece of Susana Otero, dancer with the company since 2002, and its artistic director since July 2011. The work was inspired in texts by the portuguese novelist José Cardoso Pires, especially “De Profundis – Valsa Lenta”, which the author wrote after recovering from a stroke that temporarily deprived him of his speach – a period he refers to has the “white death”.

In this piece Susana Otero makes an exercise in irony, reflecting on life and death, and  on contemporary dance itself and its power as an art form. Always with great tenderness towards the “creatures” that she sets on stage (two men and one woman), Susana Otero appels to a strong empathy from the audience – one sees this performance as if one is under the Sun: enjoying the warmness or coying away from the burn.

CONSPURCADOS, de Joclécio Azevedo


Sábado dia 27 de Outubro
21h30 
Casa das Artes de Felgueiras 


 “Conspurcados” lida com a noção da procura de emancipação ao domínio das aparências. Corpos conspurcados, corpos impuros, corpos abjectos, corpos na iminência de se deixarem consumir pela voracidade das imagens que produzem. Há talvez também algo de belo na atracção pelo excesso, pela procura de limites, pelo processo de interrogação daquilo que cada corpo projecta para o exterior, como se estivessem todos imersos num jogo de identidades deterioradas à procura de uma possível reconstituição. 

A possibilidade da escolha entre aceitar-se, rejeitar-se ou tornar-se indiferente a si próprio constitui o cerne desta espécie de jogo ou confronto entre interior e exterior, onde as possíveis fronteiras diluem-se na entrega do corpo ao acto de jogar e ao acto de interagir com os outros, com o espaço, com as imagens ou memórias despertadas.


No fundo o importante é tentar sobreviver ao jogo, reinscrever-se no mundo, recuperar o prazer de possuir um corpo, todo ele feito de dilemas.

Mais informações em Casa das Artes de Felgueiras


Fotografias de Andreas Dyrdal
Com: Pedro Rosa, Flávio Rodrigues e Susana Otero










Google+ Followers