6/07/2011

FLYING LOW com Cristina Planas Leitão


O BCN vai realizar um workshop de Flying Low com Cristina Planas Leitão de 4 a 8 de Julho. Este Workshop será aberto aos profissionais e alunos avançados que estejam interessados em aprender esta técnica. O preço é simbólico e as vagas limitadas. A inscrição será efectivada depois do pagamento.

De 4 a 8 de julho das 10h00 às 12h30 no Cine Teatro António Lamoso_ Santa Maria da Feira.
Preço 25 euros 
Inscrições: bcnproducao@gmail.com





Flying-Low – Aula de Técnica de Dança Contemporânea



Na aula técnica incorporo e partilho o meu conhecimento de ‘Flying-Low’ de David Zambrano adaptando-a às minhas próprias visões artísticas e necessidades da turma. A técnica foca-se sobretudo na relação do intérprete/ bailarino com o chão/ terra. Utiliza padrões de movimento simples que envolvem a respiração, velocidade e a liberação de energia através do corpo de forma a activar a relação do centro com as articulações, e proporcionando uma maior eficiência no movimento dentro e fora do chão. São explorados diversos estados de consistência corpórea e densidade do espaço. O material desafia cada participante a descobrir algumas das leis primárias da física como por exemplo: coesão e expansão.


Alguns princípios básicos da técnica:



Primeiro que tudo, é pedido aos estudantes que leiam o seu corpo na posição vertical, sendo incentivados a conectar o corpo inteiro com o ambiente que os rodeia: o ar, o chão e a energia dos outros, estabelecendo imediatamente interconexões invisíveis. Quando estamos de pé, toda a sala está de pé. Desde então passamos a ser capazes de andar, correr e passar entre os outros, aprendendo como dissolver uns corpos nos outros e como entrar e sair do chão usando infinitas possibilidades de espirais, que na verdade já existem no espaço – nós somente as temos que descobrir. A aula propaga-se através de toda a sala, de um lado para o outro lado. Quando nos movemos, toda a sala se move connosco.
Braços, pernas, mãos, dedos, cotovelos, joelhos e pés, tornam-se extensões do centro. Dá-se atenção especial às extremidades como indicadoras de direcção, propondo uma maior consciência e clareza do movimento.
Uma das premissas mais importantes da técnica é: “Eu sou espaço, logo eu sou a sala”. Esta ideia tão simples torna o movimento muito mais fácil (p. ex. Em vez de pensar que tenho que descer em direcção ao chão, penso que toda a sala desce comigo).
Cada sequência desafia o estudante a recolher e a enviar todas as suas energias com todo o corpo, fazendo passar o movimento no seu interior, sem esquecer nenhuma parte, focando-se em estados e no atravessar trajectos em vez da execução de formas pré-estabelecidas.
A técnica estimula o pensamento/acção de como é possível comandar o corpo com todos os seus poderes sendo este uma ferramenta de tudo aquilo a que chamamos Nós próprios.
Links relacionados com a aula: http://vimeo.com/10592618


6/03/2011

III FEIRA DE ARTES PERFORMATIVAS

Apresentação do resultado final deste Workshop 
9 de Junho
22h45
Castelo de Santa Maria da Feira



A Jangada de Medusa






A Jangada de Medusa é um exercício coreográfico realizado pelos jovens que partiviparam no primeiro Laboratório coreográfico levado a cabo pelo Ballet Contemporâneo do Norte, nos dias 19, 20 e 21 de Abril de 2011, na Escola Secundária de Fiães.

No decorrer do trabalho, e partindo das propostas de improvisação avançadas pelos orientadores do Laboratório – os balarinos do BCN -, foi tomando forma este trabalho colectivo, que remete para o quadro «A Jangada de Medusa» de Gericault; sendo que o quadro não foi o ponto de partida mas sim o ponto de chegada.

Este primeiro Laboratório coreográfico insere-se numa série de iniciatias e actividades que o Ballet Contemporâneo do Norte leva a cabo com a colaboração do Pelouro de Educação da C MSMF, abarcando desde crianças em idade pré-escolar até jovens do ensino secundário, as quais constituem o Serviço Educativo do BCN.


Direcção e organização: Ballet Contemporâneo do Norte
Criação e interpretação: Alunos da Escola Secundária de Fiães
Música: Guiseppe Verdi, excertos de A Traviatta


Mais info: www.cm-feira.pt

Google+ Followers